0

Twippitsu - do braille para o twitter

terça-feira, 22 de janeiro de 2013
Descrição da imagem: tela fundo preto: na parte superior, em inglês escrito "tweet  agora". Logo abaixo,, duas células em braile amarela representando as letra A e Z. Abaixo delas um círculo cinza, ao redor do círculo números que começam do zero e vão até o sete. São esses números que preenchem os pontos das células brailes quando deslizamos o dedo sobre eles.

Assim como você, eu também pensei que esse aplicativo iria ajudar o deficiente visual que tem o conhecimento de braile,  acessar o Twitter. E, tenho certeza que, assim como eu, você vai ficar bem decepcionado que, por enquanto, esse aplicativo não faz isso, pelo menos para os deficientes visuais. Tudo porque ele não tem uma configuração de voz e, sem ele o deficiente visual não tem como adivinhar o que está na tela, por mais esperta e dedicada que a pessoa seja.

Então pra que ele serve?




Sinceramente? Não sei. Pra mim, serviu para eu saber que sei bem mais de braile do que eu mesma imaginava. Até semana passada eu sabia as letras do A ao J. Depois de analisar o alfabeto, vi a lógica dos pontinhos e ficou fácil saber como as combinações são feitas e desta forma escrever pequenas frases e ler, visualmente, algumas delas. Ainda não sei ler com os dedinhos, mas até o final do ano, com o auxílio da professora Sandra, da Adevis, eu chego lá.

Voltando ao aplicativo...


Ele é para videntes (cabe explicar que não estou falando de quem prevê o futuro. "Vidente" são pessoas que não tem deficiência visual acentuada). Sem contar que esse vidente tem que ter uma boa noção de braile.

No começo ele é confuso mas depois você escreve uma frase em segundos. O círculo serve como ponto de partida para iniciar a letra pretendida e os números, a posição dos pontos. Depois que colocou os pontos certos na primeira coluna (1,3,5), você desliza o dedo para o centro do aplicativo e ele trava aquela coluna para que então você coloque os pontos na segunda colunas (as dos pontos 2, 4, 6). 

O mais estranho é que, se no final da sua frase, por alguma interferência de um espírito zombeteiro, você coloca um ponto errado e, consequente escreve uma letra errada, ele não corrige. Você tem que sair do aplicativo e começar tudo de novo, do zero. Minha amiga Kity lembrou que essa lógica segue a lógica braile já que o sistema não aceita borracha: errou uma letra, se começa tudo de novo.

Além disso ele só serve para twittar não para receber tweets. Como auxílio para que se interaja na rede social ele não ajuda em nada, mas o princípio, se aprimorado, é bem interessante.

Eu disse que não sabia para que servia o aplicativo. Bom, pra tweetar eu sei que não é porque, quem é cego não vai conseguir operar por falta de acessibilidade (mesmo com o controle de acessibilidade do celular ativado) e quem é vidente vai preferir ir direto no site da rede social. Mas eu descobri uma utilidade:além de treinar o braile (já estou ficando craque em escrever pequenas frases rapidinho), é um teste de paciência e tolerância. Nós, videntes, queremos tudo ao mesmo tempo agora enquanto os cegos, aprendem ao longo da vida, a arte da observação silenciosa, do tentar de novo, de usar a memória já que não usam "cola" para saber onde ficam as coisas. Aprendem a usar os demais sentidos e isso só é possível com muita paciência, tolerância, observação e treino e persistência. 

É, acho que estou estou aprendendo:

(imagem de um tweet abaixo)
(Descrição da imagem acima: cópia do tweet escrito por meio do aplicativo. Minha foto à esquerda, texto ao lado. Um botão para me seguir no Twitter do lado superior direito)

Detalhes do aplicativo:

Nome: Twippitsu (pronuncia-se Tuípisu)
Tipo de deficiência: Visual, porém, por falta de acessibilidade, serve apenas para videntes que tenham noções do Sistema  Braille.
Função: Transformar caracteres do alfabeto Braille em texto para o twitter
Minha avaliação: de 1 a 5 - 2
Sugestões de melhoramento: acessibilidade por voz, possibilidade de apagar o caractere que por acaso escrevemos errado, idioma em português.
Sistema operacional: Android
Preço: Gratuito
Desenvolvedor: TM- Laboratory
Contato: tmlaboratorydev@gmail.com
Link para download no Google Play