2

[vídeo] Audiodescrição: documentário, dicas de blog e minha mais nova paixão

terça-feira, 26 de março de 2013
Descrição da imagem: fundo preto. em branco escrito em braile na primeira linha e cursivo na segunda linha o título do documentário produzido pela TVBR: Ver além. Fim da Descrição.

Não, este blog não está abandonado. Quem está abandonado é o meu notebook que, como todo eletroeletrônico moderno um dia acaba parando na assistência técnica e fica lá, esperando um orçamento e a boa vontade dos técnicos de plantão.

Mas a gente dá um jeito de fazer o que se pode ser feito. Nem sempre é possível. Por isso, peço desculpas pela demora nas atualizações. Não está fácil pra ninguém. Meus outros blogs e redes sociais também estão de férias forçadas por conta desse problema técnico.

Mas, deixando a lamentação de lado, quero compartilhar algo muito bacana com vocês, já que esse blog não fala apenas de aplicativos mas também de acessibilidade e cidadania. Comecei o curso de Audiodescrição. E me sinto muito honrada em dizer isso porque a equipe que promove o curso, todos os sábados pela manhã é a mesma que tornou acessível o premiadíssimo longa Colegas (lembram do lance do #VEMSEANPEAN?): a Tagarellas.

O curso é apaixonante porque conta com uma galera bem diversificada, das mais diversas áreas: atores, atrizes, jornalistas, pessoas ligadas à saúde, educação entidades governamentais e apaixonados pela causa.

Para quem ainda não sabe, a audiodescrição é um recurso que permite a pessoas cegas, baixa visão, idosos ou pessoas que por algum motivo, seja físico ou cognitivo, produtos culturais, apresentações audiovisuais, obras em gerais. 

“Tudo que pode ser visto pode ser descrito”, (Mil Palavras).

A aplicabilidade da audiodescrição é infinita bastando para isso, criatividade, técnica e bons projetos. Incluir a pessoa com deficiência não é difícil desde que se tenha boa vontade. No meu caso, a aplicação desse recurso será no serviço público já que faço parte do Conselho dos Direitos e Cidadania das Pessoas com Deficiência, sou voluntária na Associação dos Deficientes Visuais de Novo Hamburgo e trabalho na Secretaria da Saúde local.

Um ótimo exemplo, e é aí que quero chegar, é esse pequeno documentário produzido pela TV Nacional Brasil (TVNBR) no domingo, dia 24, Ver Além. Ele conta com o recurso da audiodescrição e trata de como as pessoas cegas superaram suas limitações.  Para assistir, clique no player abaixo ou no link direto para o canal do Youtube.


Dicas de blogs para conhecer mais sobre audiodescrição:



Sobre o curso que estou fazendo... uma palhinha para se apaixonar http://educadfaced.blogspot.com.br